VISITE A SPACE TODAY STORE, A PATROCINADORA OFICIAL DO CANAL SPACE TODAY:

https://spacetodaystore.com

Notícias boas do James Webb hoje para nós.

Seguindo as etapas antes do lançamento, os técnicos da NASA e da Northrop Grumman cumpriram um objetivo muito importante da missão.
Os técnicos conseguiram com sucesso dobrar o escudo de calor do Telescópio Espacial James Webb.

O escudo de calor foi dobrado de modo que ele caiba e se encaixe dentro da coifa do foguete Ariane 5 que irá lançar o telescópio para o espaço em 31 de outubro de 2021.

O escudo de calor continuará dobrado durante o lançamento e durante os primeiros dias do telescópio no espaço, para então começar a ser desdobrado.

O escudo de calor do James Webb, é uma obra de arte da engenharia.
O escudo tem a forma de um diamante e 21 metros de comprimento por 14 metros de largura e tudo isso foi dobrado para caber na coifa que tem 5.4 metros de diâmetro.

Ele tem o tamanho de uma quadra de tênis e nunca antes foi tentado fazer esse tipo de operação com algo desse tamanho.

No espaço, um dos lados do escudo sempre irá refletir o calor que vem do Sol, da Terra e da Lua, assim, a parte mais externa do escudo irá suportar uma temperatura de 383 Kelvin.

Enquanto isso a parte mais interna, próxima dos instrumentos irá ter uma temperatura de apenas 36 Kelvin, e isso será crucial para proteger os instrumentos do calor, lembrando sempre que o James Webb é um telescópio que vai atuar no infravermelho, isso quer dizer que qualquer tipo de calor precisa ser eliminado.

O processo de dobrar o escudo de calor do James Webb levou 1 mês e foi realizado com todo o cuidado possível.
Primeiro, as 5 membranas do escudo feitas de Kapton foram deixadas o mais plano possível.
Depois as membranas foram levantadas para a vertical e então foi usado um equipamento especial para dobrar as membranas.
Cada membrana foi dobrada em zigue-zague.

A primeira membrana do escudo de calor do James Webb tem 0.005 centímetros de espessura, enquanto que as outras 4 tem 1 milésimo dessa espessura.

Além das membranas, 90 cabos de tensão também foram recolhidos de uma maneira específica para garantir que o escudo de calor abra de forma suave depois.

Os engenheiros depois de dobrarem o escudo de calor do James Webb preparam ele para a sua complexa abertura no espaço.

O escudo de calor será desdobrado no final da primeira semana do James Webb no espaço, onde cada uma das cinco membranas serão esticadas e tensionadas da forma correta.

Para fazer todo o processo, os engenheiros tiveram que pensar de trás pra frente, ou seja, dobraram o escudo pensando como ele seria desbobrado no espaço.

Para isso tiveram que alinhar as membranas de uma forma especial.
As membranas do escudo de calor do James Webb possuem buracos intencionais feitos nela para evitar que a luz e o calor passe para os elementos ópticos do telescópios.

E esses buracos são nde são colocados 107 pinos que têm a capacidade de manter as membranas juntas durante o processo de lançamento do telescópio espacial e que serão liberados no espaço.

Foi um processo muito metódico mas que está funcionando.
As próximas etapas do James Webb são.

Nos próximos 3 meses, o escudo de calor será empacotado, e guardado de forma definitiva, onde serão colocados os instrumentos de liberação dele, os cabos, as capas e outros equipamentos que fazem parte do escudo de calor.

Os dois braços que são responsáveis por sustentar o escudo de calor também serão dobrados, esses braço são chamado de Mib-Boom Assemblies.

Passado isso, o espelho principal do James Webb que está dobrado nesse momento será completamente desdobrado e colocado na sua posição final.

Depois o espelho será recolhido novamente, dobrado e o telescópio estará então pronto para ser enviado para a Guiana Francesa onde embarca para o espaço a bordo do Ariane 5 no dia 31 de outubro de 2021.

Fonte:

https://www.nasa.gov/feature/goddard/2021/nasa-s-webb-telescope-packs-its-sunshield-for-a-million-mile-trip

#JAMESWEBB #SPACETELESCOPE #SPACETODAY
Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.