fbpx

Você Sabia Que Tem Um Buraco Negro Gigante Vagando Pela Galáxia? – Space Today TV Ep.1672

——————————————————————–

**** CONHEÇA A LOJA OFICIAL DO SPACE TODAY!

http://www.spacetodaystore.com

Camisetas, e muitos produtos para vocês. Visite!

——————————————————————————-

Para fazer parte do seleto grupo dos apoiadores!!!

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

—————————————————————————-

Para quem está chegando agora aqui no canal, quando nós falamos de buracos negros, vale ressaltar que existem buracos negros de diferentes massas.

Basicamente é a massa que vai definir como é esse buraco negro.

Nós temos os buracos negros no centro da maior parte das grandes galáxias que são os chamados buracos negros supermassivos e até os ultramassivos hoje, com massa na casa dos milhões e bilhões de vezes a massa do Sol, esses são relativamente bem conhecidos.

Temos também, os buracos negros de massa estelar, buracos negros com massa na casa das dezenas e dos milhares de vezes a massa do Sol. Esses são conhecidos graças às ondas gravitacionais.

Temos ainda buracos negros primordiais que se formaram no início do universo, pelo colapso direto de grandes nuvens de poeira e gás.

E devemos ter um tipo de buraco negro com massa intermediária entre os estelares e os supermassivos.

O problema é que como esses buracos negros não se alimentam de tanta matéria e nem colidem, nós ainda não temos a confirmação da sua existência.

Para tentar encontrar esses buracos negros misteriosos, os astrônomos buscam por efeitos, perturbações que eles poderiam causar na matéria próxima.

E foi assim que surgiu mais um candidato a buraco negro de massa intermediária.

Astrônomos usaram as antenas do ALMA do ESO no Chile e observaram perturbações, ondulações numa região de gás interestelar.

o que os astrônomos descobriram ao fazer um estudo detalhado foram correntes de gás orbitando uma fonte invisível, tudo isso acontecendo a cerca de 26 mil anos-luz de distância, ou seja, próximo do centro da nossa galáxia.

Os astrônomos observaram essas correntes de gás, a uma elevada velocidade, que desconfiaram que algo deveria estar atraindo elas.

Eles pensaram que poderia ser um aglomerado de estrelas, porém, a densidade seria muito elevada, e além disso, não havia indicativos de luz nenhuma proveniente dessa região central.

Ao fazerem os cálculos eles chegaram à conclusão que muito provavelmente o que existe ali no meio é um buraco negro de massa intermediária, uma massa prevista equivalente a 320 mil vezes a massa do Sol.

Identificar até evidências desses buracos negros é algo raro, existem somente mais 2 candidatos perto do centro da galáxia.

Isso porque esses buracos negros podem ser engolidos pelo buraco negro supermassivo central da nossa galáxia.

No caso desse candidato, estima-se que em 10 mil anos, ele consuma o material ao seu redor e saia vagando, mudando de posição na Via Láctea, encontrando um outro local para se alimentar.

Embora seja uma forte evidência, os astrônomos não podem bater o martelo e dizer que definitivamente encontraram um buraco negro de massa intermediária, serão necessários mais estudos para isso.

#BuracoNegroErrante #IMBH

Campus Party Com o space today:

https://brasil.campus-party.org/cpbr12/ingressos/?utm_source=influencer&utm_medium=post&utm_campaign=cpbr12&utm_content=spacetoday

#SPACETODAYNACPBR12

Evento do Eclipse no Facebook:

https://www.facebook.com/events/287830488556817/?active_tab=about

fonte:

https://www.newscientist.com/article/2190017-a-black-hole-the-size-of-jupiter-is-just-wandering-around-the-galaxy/

https://www.sciencealert.com/astronomers-have-spotted-evidence-of-a-jupiter-sized-black-hole-wandering-the-milky-way

https://arxiv.org/pdf/1812.10733.pdf

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo