fbpx

Vídeo Mostra Simulação do Disco Planetário ao Redor da Estrela SAO 206462


A nova imagem do disco de gás e poeira em torno de uma estrela parecida com o Sol é o primeiro a mostrar estruturas semelhantes a braços espirais de galáxias. Essas feições podem fornecer pistas sobre a presença de planetas embutidos mas ainda não observados.

O disco recém imageado circunda a estrela SAO 206462, uma estrela de magnitude 8,7-localizada a cerca de 456 anos-luz de distância, na constelação de Lupus. Os astrônomos estimam que o sistema possui apenas 9 milhões de anos. O disco de gás rico em cobre tem cerca de 14 bilhões de quilômetros, o que é mais que o dobro do tamanho da órbita de Plutão em nosso próprio sistema solar.

A imagem no infravermelho próximo feita pelo Subaru revela um par de feições espirais que arqueiam ao do disco externo. Modelos teóricos mostram que um único planeta incorporado pode produzir um braço espiral de cada lado de um disco. As estruturas em torno SAO 206462 não formam um par correspondente, sugerindo a presença de dois mundos invisíveis, um para cada braço.

Simulações de sistemas estelares jovens sugerem que planetas incorporado em um disco circunstelar pode produzir muitas estruturas distintas, incluindo anéis, lacunas e braços espirais. Este vídeo compara simulações computacionais de sistemas hipotéticos para a imagem da estrela SAO 206462 feita pelo Subaru.


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .