fbpx

Vídeo Mostra Como as Auroras Ultra Rápidas de Sub Tempestade se Formam


De tempos em tempo, descargas de energia repentinas na magnetosfera da Terra levam à distúrbios maiores que resultam em auroras brilhantes nas regiões polares do nosso planeta. Essas auroras são causadas por um fenômeno conhecido como sub tempestade geomagnética. A causa precisa dessas sub tempestades vem sendo debatida por décadas, mas novas simulações computacionais juntamente com a análise de dados da sonda Cluster da ESA, estão preenchendo muitos dos vazios que existiam nesse quebra-cabeça.

Essa animação mostra a sequência de eventos que fazem com que as auroras de sub tempestades ultra rápidas se formem. Um evento de reconexão magnética ocorre longe na cauda magnética da Terra a uma distância entre 125000 e 200000 km. A energia desse evento é transportada pelas ondas cinéticas Alfvén (KAW), que carregam os elétrons, em direção à Terra com velocidades de alguns milhares de km/s. Essas ondas podem atingir a Terra com velocidade suficiente e carregar energia suficiente para produzir as auroras. Na realidade, o processo de reconexão é persistente e menos explosivo, de forma que ele emite de maneira contínua energia via as ondas KAW para as auroras.


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .