fbpx
19 de setembro de 2021

Urgente!!! James Webb Perde Porcas E Parafusos Na Câmara de Teste E Isso Pode Impactar a Missão

Uma notícia extremamente triste e preocupante sobre o James Webb. A equipe que trabalha com o Telescópio  Espacial James Webb da NASA tem um novo problema para lidar – a queda de parafusos e arruelas do elemento espacial que serve para carregar e fornecer funções de apoio para a operação do observatório espacial multimilionário.

Durante o recente conjunto de testes ambientais nas instalações da Northrop Grumman, no sul da Califórnia, os técnicos encontraram as partes caídas sob o chamado bus do James Webb e sob o seu escudo solar, relatou a SpaceNews. O bus e suas partes são críticas para o sucesso da missão, mas a questão não se relaciona com instrumentos ópticos e outros instrumentos do telescópio.

O problema foi revelado pelo diretor do programa JWST da NASA, Greg Robinson, no Conselho de Estudos Espaciais da Academia Nacional em 3 de maio.

“No momento, acreditamos que todo esse hardware – estamos falando de parafusos e arruelas aqui – vem da cobertura do protetor solar”, disse Robinson à agência de notícias. “Estamos vendo o que isso realmente significa e qual é o plano de recuperação”.

O protetor solar de cinco camadas da nave é quase tão grande quanto uma quadra de tênis e é feito de um material resistente ao calor chamado Kapton. Seu único trabalho é manter o telescópio resfriado protengendo-o do próprio calor gerado pelos seus instrumentos, bem como do calor e da luz externa, isso é crítico para a operação do James Webb já que ele irá funcionar no infravermelho.

Os parafusos caídos foram notificados pelos técnicos alguns dias atrás, depois que a espaçonave foi movida de uma câmara para outra. Ele completou o teste acústico e foi submetido a testes de vibração na segunda câmara. Além disso, Robinson não revelou muitos detalhes sobre a falha em questão, mas ele reiterou a importância da fase de testes que poderia revelar problemas como esse.

“Não é uma notícia terrível, mas também não é uma boa notícia”, acrescentou.

Dito isto, vale a pena notar que esta não é a primeira falha testemunhada pelo Telescópio Espacial James Webb antes de seu lançamento. Mais cedo, o telescópio estava pronto para ser lançado na primavera de 2019, mas devido a rasgos observados no escudo de calor, vazamentos em válvulas propulsoras, e outras falhas técnicas, a agência espacial atrasou o cronograma de lançamento por quase um ano para Maio de 2020. Também foi contratado um conselho de revisão independente para acompanhar o andamento da missão, avaliar a prontidão do lançamento e identificar as necessidades para garantir seu sucesso.

A revisão será concluída até o final de maio e a agência fornecerá o relatório ao Congresso em junho. De acordo com Robinson, o relatório pode ter um impacto na data de lançamento, mas a última falha encontrada provavelmente não trará uma mudança no cronograma de lançamento. Isto é principalmente porque eles curaram este cronograma revisado com margem suficiente para suportar falhas como essas e segui-lo.

“Ainda acredito que iremos em 2020, praticamente no mesmo período de tempo em que falamos, a menos que esse problema demore mais do que o esperado para ser resolvido”, acrescentou.

Fonte:

http://www.ibtimes.com/james-webb-space-telescopes-spacecraft-loses-screws-washers-during-test-2677999

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo