Uma Rede Espectral de Imagens em Mercúrio

A imagem superior é uma composição colorida feita com dados do instrumento MASCS VIRS sobre uma região repleta de crateras na planície de Mercúrio que inclui as crateras Mena (na parte superior esquerda), Cezanne, Philonexus, Chu Ta, e uma cratera de impacto sem nome na parte inferior direita. A imagem inferior é uma versão de contraste realçado  do mosaico dos dados do instrumento MDIS sem a sobreposição das trajetórias do VIRS. Na imagem colorida da VIRS os jovens raios da cratera Mena e a aparência de lobo azulado da cratera sem nome aparece em cores amareladas e alaranjadas. Outras cores na composição colorida dos dados do instrumento VIRS estão relacionadas com os graus de intemperismo espacial e o conteúdo de ferro nos materiais dispostos na superfície do planeta.

A imagem composta dos dados do instrumento VIRS mostra centenas de rastros individuais compilados de dezenas de órbitas com a sonda MESSENGER vendo a superfície de Mercúrio a partir de diferentes direções em diferentes altitudes. Em locais onde múltiplas passagens cobrem a mesma área, aquela que tem a melhor iluminação para uma interpretação mineralógica (normalmente aquela obtida com o menor ângulo de incidência onde as sombras são minimizadas) é usada para fazer o mapa. No mosaico dos dados do instrumento MDIS algumas variações de brilho se devem aos desvios das imagens feitas com diferentes iluminações.

Fonte:

http://messenger.jhuapl.edu/gallery/sciencePhotos/image.php?page=1&gallery_id=2&image_id=832

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.