Uma Estrela Massiva na NGC 6357

ngc6357_hubble_3140


observatory_1501053Por razões desconhecidas, a NGC 6357 está formando algumas das estrelas mais massivas já descobertas. Essa estrela massiva, perto do centro da NGC 6357, está enquadrada acima cavando seu próprio castelo interestelar com a luz energética no gás e na poeira ao redor. Na nebulosa maior, os intrigados padrões são causados pelas complexas interações entre os ventos interestelar, as pressões da radiação, os campos magnéticos e a gravidade. O brilho geral da nebulosa resulta da emissão de luz do gás hidrogênio ionizado. Perto da mais óbvia nebulosa da Pata do Gato, a NGC 6357 abriga o aglomerado estelar aberto Pismis 24, lar de muitas dessas estrelas azuis brilhantes. A parte central da NGC 6357 mostra-se espalhando por aproximadamente 10 anos-luz e localiza-se a aproximadamente 8000 anos-luz de distância na direção da constelação do Escorpião.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap131022.html


alma_modificado_rodape1055

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo