Uma CME, Um Cometa e o Planeta Terra

panstarrs_mar13_cmeV0

observatory_150105Após aparecer de forma popular em várias fotos ao lado da jovem Lua Crescente  perto do pôr-do-Sol, o cometa visível a olho nu Pan-STARRS continua a sua escalada nos céus do hemisfério norte. Mas essa impressionante perspectiva interplanetária de 13 de Março de 2013, encontra o cometa posando junto com o nosso planeta, como visto pela sonda STEREO Behind. Seguindo na órbita da Terra, a sonda está praticamente do lado oposto do Sol e olha para trás em direção ao cometa e ao nosso planeta, com o Sol localizado logo fora, no lado esquerdo do frame. Na parte esquerda da imagem podemos ver uma enorme ejeção de massa coronal (CME) que entrou em erupção a partir de uma região ativa do Sol. Claro, que a CME, o cometa e o planeta Terra, estão todos os três em distâncias diferentes da sonda. O cometa está mais próximo. A imagem digital processada acima é na verdade a diferença entre dois frames consecutivos feitos pelo instrumento SECCHI Heliospheric Imager, gerando um forte efeito de sombra para objetos que estejam se movendo entre os frames. Os objetos que são muito brilhantes criam linhas verticais bem nítidas na imagem. O processamento revela complicadas estruturas parecidas com penas na extensiva cauda de poeira do cometa Pan-STARRS.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap130315.html

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo