Um Retrato da Exploração Espacial do Planeta Marte e uma Intrigante Questão

Mars-exploration-family-portrait-version3

observatory_150105Por que Marte só gosta dos americanos? O que tem de errado com qualquer outro país que tenta enviar suas sondas, ou seus rovers para Marte? Seria alguma conspiração? Você pode pensar isso e muitas outras coisas observando atentamente a figura acima. Essa figura resume de forma extraordinária a exploração do Planeta Vermelho, feita por sondas, rovers e qualquer outro tipo de equipamento mandado pelo ser humano. Se você começar a navegar na figura acima (clique aqui para vê-la em resolução completa: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/84/Mars-exploration-family-portrait-version3.jpg ) com as sondas Mars 1 e 2 da antiga União Soviética, verá que somente equipamentos mandados pelos norte-americanos é que conseguiram sucesso em Marte. O mais interessante ainda é que a grande maioria das sondas de outros países sequer chegou a sair da Terra, grande parte foi destruída durante o lançamento. Mesmo depois de mudar de União Soviética pra Rússia, os problemas continuaram com as sondas russas, e de uma maneira pior ainda, elas sequer saiam da órbita da Terra. O caso mais recente desse tipo e que todos lembram foi a Phobos-Grunt. Mas os americanos também passaram momentos complicados com suas sondas a caminho de Marte, o final da década de 1990 , por exemplo, foi terrível, e os americanos perderam duas sondas. Outro ponto que vale ser destacado é que os EUA ficaram de 1975 até o início da década de 1990 sem lançar nenhuma sonda para Marte. Alguém sabe o porquê disso? Bem, esse período, foi, digamos o período de ouro da era dos ônibus espaciais. Assim ao invés de gastar dinheiro mandando sondas para outros planetas os americanos investiram em desenvolver e concretizar o projeto dos ônibus espaciais. Depois que as viagens com os ônibus espaciais viraram rotina, eles voltaram a investir em viagens a Marte. E viagens que começaram a ter um objetivo muito mais específico, buscar por água, pousar nas calotas polares, pesquisar condições favoráveis ao desenvolvimento da vida e monitorar as mudanças no Planeta Vermelho. Sem dúvida nenhuma a conquista de Marte é um sucesso exclusivo dos EUA, porém, nem os americanos ficaram livres de um vexame. Em 1998 a sonda Mars Climate Orbiter se chocou com  Marte e foi destruída, mas isso aconteceu, não por um problema técnico, por uma falha na comunicação, ou algo do tipo, isso ocorreu por uma mistura de sistema de medidas. Isso mesmo. Uma parte da equipe desenvolveu todo o projeto usando o sistema métrico, enquanto outra parte da equipe usou o chamado sistema imperial, resultado, o computador da nave não entendeu nada e ela se chocou de forma catastrófica com Marte. Fora isso, fica a pergunta, por que só os americanos conseguiram sucesso ao enviar artefatos para Marte? Deixem nos comentários as sugestões de respostas.

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo