fbpx

Um Raro Delta de Lago em Marte é Registrado Pela Sonda Mars Express da ESA


A sonda Mars Express da ESA registrou um raro caso em Marte de uma cratera que uma vez foi preenchida por um lago, foi revelada pela presença de um delta. O delta é um antigo depósito na forma de um leque de sedimentos escuros, carregados pela água. Assim sendo, esse delta é uma lembrança do passado de Marte que tinha um clima úmido.

O delta está localizado na cratera Eberswalde, nas terras altas do sul do planeta Marte. A cratera de 65 quilômetros de diâmetro é visível como um semicírculo na parte direita da imagem e foi formada a mais de 3.7 bilhões de anos atrás quando um asteroide se chocou com o planeta.

O anel da cratera encontra-se intacto somente no lado direito. O resto do anel aparece de forma apagada ou não é visível como um todo. Um impacto posterior criou a cratera Holden de 140 quilômetros de diâmetro que domina o centro e o lado esquerdo da imagem. A expulsão de grandes quantidades de material desse impacto enterraram partes da cratera Eberswalde.

Contudo, dentro da parte visível da Eberswalde, o delta e seus canais de alimentação estão bem preservados, como pode ser visto próximo da parte superior direita da cratera. O delta cobre uma área de 115 quilômetros quadrados. Pequenos canais meandrantes de alimentação são visíveis em direção ao topo da cratera, que teria sido preenchido para formar um lago.

Após a deposição dos sedimentos do delta no antigo lago da cratera, sedimentos mais jovens se acumularam cobrindo boa parte tanto dos canais como do delta. Esses sedimentos secundários presumidamente se depositaram pelo vento, e foram mais tarde erodidos na área do delta, expondo um relevo invertido da estrutura do delta.

Essa estrutura de delta foi identificada pela primeira vez com a sonda Mars Global Surveyor da NASA, e é característica da presença de um lago na cratera naquela época. Essas feições fornecem uma clara indicação de que a água líquida fluiu através da superfície de Marte no começo da história do planeta.

Tanto a cratera Eberswalde como a Holden estavam na lista final de possíveis locais de pouso da próxima sonda da NASA a explorar Marte, que será lançada no final de 2011. O principal objetivo da Mars Science Laboratory é pesquisar por ambientes presentes ou anteriores que poderiam ser habitáveis de alguma maneira em Marte. A sonda da ESA, Mars Expresse ajudou na busca e seleção do melhor lugar para esse futuro pouso em Marte.

A cratera Eberswalde foi proposta pois seu delta indica a presença de líquido por muito tempo no passado e a cratera Holden foi candidata  pois sua diversidade mineral e suas muitas estruturas sugerem um passado úmido. Outro candidato, o Vallis Marwrth expõe algumas das camadas mais antigas de material rico em argila de Marte. Contudo, em Julho de 2011, a cratera Gale, a última a entrar na lista final foi a escolhida como local de pouso da missão, devido principalmente à grande quantidade de mineral e a diversidade de estruturas relacionadas com a possível presença da água.

Desse modo, as crateras Eberswalde, a Holden e o Mawrth Vallis terão quer esperar um pouco mais para que seus segredos sejam revelados.

Fonte:

http://www.esa.int/esaCP/SEMM71VTTRG_index_0.html


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .