Um Quarteto de Antenas do Projeto ALMA São Posicionadas Próximas

As antenas do Atacama Large Millimeter/submillimeter (ALMA) parecem estar enraizados no solo nessa excelente imagem, feita do Array Operations Site no platô Chajnantor a uma altitude de 5000 metros, mas de forma surpreendente esses pratos são incrivelmente móveis.

Graças a dois veículos de transportes de antena, as antenas localizadas em trilhos – que serão um total de 66 quando todo o projeto estiver pronto – podem ser reposicionadas para melhor observar um determinado objeto em particular cumprindo um projeto específico. Os veículos transportadores, denominados de Otto e Lore, foram especialmente desenvolvidos para transportas as antenas que pesam 115 toneladas e posicioná-las de maneira precisa nas fundações concretadas, distribuídas pelo platô cobrindo uma distância de 16 quilômetros. Nessa imagem, as quatro antenas foram colocadas próximas para testar vários equipamentos durante a fase de Commissioning and Science Verfication de construção do ALMA.

Os veículos de transporte rodam sobre 28 rodas, com motores de 700 HP de potências usando como combustível dois tanques de 1500 litros de diesel e possuem uma velocidade máxima de 12 km/h quando estão transportando a preciosa carga.

O projeto ALMA é uma parceria da Europa, América do Norte e Leste da Ásia em cooperação com a República do Chile. O ESO é o parceiro europeu no ALMA.

Fonte:

http://www.eso.org/public/images/potw1110a/

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.