Testando Motores ao Extremo – O Laboratório de Sistemas de Propulsão da NASA

738629main_2013_00438_946-710

observatory_150105John Wargo, líder técnico no Laboratório de Sistemas de Propulsão, o PSL do Glenn da NASA, é fotografado acima realizando uma inspeção no duto interno do motor Honeywell ALF 502 que foi recentemente usado para o teste chamado de NASA Engine Icing Validation.

Esse teste permite que os fabricantes de motor possam simular as condições de voo na atmosfera superior da Terra onde grandes quantidades de partículas de gelo podem ser ingeridas e causar incêndios no motor ou a perda de potência da aeronave. Esse teste foi o primeiro desse tipo no mundo e teve um grande sucesso validando assim as novas capacidades do PSL. Nenhuma outra instalação de testes de motores no mundo possui essa capacidade.

O Glenn está trabalhando com a indústria para endereçar essa questão da aviação estabelecendo uma capacidade que permitirá que os motores sejam operados nas mesmas condições de temperatura e pressão experimentadas em voo, com partículas de gelo sendo ingeridas em motores de escala real para simular as condições de voo em uma nuvem convectiva profunda.

A informação obtida através da realização desses testes também será usada para estabelecer os métodos e as técnicas de testes para o estudo do congelamento de motores em novos motores comerciais existentes, e assim desenvolver dados necessários para códigos avançados de computação que podem ser especificamente aplicados para avaliar a susceptibilidade de um motor ao congelamento em termos de segurança, desempenho e operacionalidade.

Fonte:

http://www.nasa.gov/multimedia/imagegallery/image_feature_2528.html

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo