fbpx

Sonda LRO Identifica Impacto Recente no Oceanus Procellarum na Lua

Essa cratera sem nome na Lua, localiza-se próximo do Reiner Gamma Swirl no Oceanus Procellarum. A idade relativa baixa da cratera cria um grande exemplo para se poder investigar como as crateras de impacto se formam na Lua. O processo de geração de crateras ocorre em três estágios: contato e compressão, escavação e modificação. O material derretido por impacto e os pedaços de rochas foram criados durante o contato e a compressão à medida que o bólido transferia sua energia cinética para o alvo.

A cobertura de material ejetado foi depositada durante a fase de escavação cobrindo a superfície do mar ao redor com o material imaturo de alta refletância. O estágio de modificação dá a forma final para a cratera. À medida que as forças envolvidas no impacto diminuem o material derretido por impacto se deposita na base da cratera juntamente com os pedaços de rocha. O estágio de modificação está ainda em curso à medida que a gravidade tem causado pequenos deslizamentos de terra nas paredes da cratera e provavelmente mais pedaços de rocha irão erodir a parede da cratera.

Fonte:

http://lroc.sese.asu.edu/news/index.php?/archives/430-Recent-Impact-in-Oceanus-Procellarum.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .