fbpx

SDSS J102915+172927: Uma Estrela Que Não Deveria Existir


Por que essa estrela tem tão poucos elementos pesados? As estrelas que nasceram na mesma geração que o Sol possuem uma expectativa de terem elementos mais pesados que o hidrogênio e o hélio, misturados em suas atmosferas. As estrelas que nasceram numa geração anterior à do nosso Sol, ou seja, a chamada População II de estrelas, criaram a maior parte dos elementos pesados que existem ao nosso redor hoje, e possuem alguns, embora menos, elementos mais pesados que o H e o He. Além disso, mesmo as estrelas nunca observadas da População III, estrelas do início do universo, possuem uma grande massa e uma pequena massa de elementos pesados. Ainda assim, a estrela de pouca massa da Via Láctea conhecia como SDSS J102915+172927, entre outras, parece ter menos metais do se previa para qualquer estrela, incluindo o fato dela possuir 50 vezes menos lítio do que veio do Big Bang. A natureza pouco comum dessa estrela, inicialmente catalogada pelo Sloan Digital Sky Survey (SDSS) e mostrada na imagem acima, foi descoberta por meio de detalhadas observações espectroscópicas pelo grande telescópio VLT do Chile. Muitos modelos de formação de estrelas indicam que essa estrela não deveria ter nem se formado. Os pesquisadores estão trabalhando entretanto com uma hipótese de que o frágil lítio primordial foi destruído no núcleo quente da estrela.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap110907.html


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .