Revelando Estrelas e Galáxias Distantes

revelando_estrelas_galaxias_distantes


observatory_150105Esta imagem, salpicada de estrelas e galáxias distantes, é uma imagem de campo profundo obtida com o Wide Field Imager (WFI), uma câmera montada no telescópio MPG/ESO de 2,2 metros, situado no Observatório de La Silla, Chile.

Foi obtida no âmbito do pesquisa COMBO-17 (sigla do inglês para Classifying Objects by Medium-Band Observations in 17 filters), um projeto que está mapeando cinco pequenas zonas no céu em 17 filtros ópticos diferentes. A área total do céu explorado em cada um dos campos do COMBO-17 equivale a aproximadamente ao tamanho da Lua Cheia, e cada campo tem revelado um enorme número de objetos distantes – demonstrando assim o quanto ainda há por descobrir no céu.

A imagem mostra uma região que foi igualmente estudada no âmbito do campo profundo do FORS (FDF, sigla do inglês para FORS Deep Field), um projeto que examinou várias áreas no céu com grande detalhe e profundidade, com o auxílio do espectrógrafo FORS2, instrumento que se encontra atualmente instalado no Very Large Telescope do ESO, no Observatório do Paranal, Chile. No entanto, estas novas imagens WFI usaram muito mais filtros que as anteriores observações FDF, e observaram zonas maiores do céu, o que resultou em imagens como a que aqui mostramos.

Estas pequenas espiadas no  Universo já revelaram dezenas de milhares de estrelas e galáxias distantes e quasares anteriormente escondidos de nós, e foram usadas para investigar o efeito de lente gravitacional e a distribuição de matéria escura em galáxias e em aglomerados de galáxias.

Fonte:

http://www.eso.org/public/brazil/images/potw1339a/


alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo