Reunião de Astrofotógrafos Aos Pés do VLT

Esta bonita fotografia do céu austral foi tirada pelo Embaixador Fotográfico do ESO Petr Horálek no Observatório do Paranal do ESO no Chile. Petr não estava sozinho no Paranal. Em baixo e à esquerda na imagem, próximo de um dos Telescópios Auxiliares do Interferómetro do Very Large Telescope (VLTI), encontram-se os astrofotógrafos Yuri Beletsky e Babak Tafreshi, ambos, também, Embaixadores Fotográficos do ESO. O par pode ser visto sob um céu repleto de fenômenos impressionantes.

A brilhante banda dominante da Via Láctea corta o céu, com a Nebulosa Gum (Gum 12) em vermelho no topo da imagem. A Grande Nuvem de Magalhães, uma galáxia satélite da Via Láctea, pode ser vista como uma mancha especialmente brilhante no centro à direita, mesmo por baixo de Canopus, a estrela mais brilhante tanto desta imagem como da constelação austral da Quilha (Carina). Podemos ver também uma cor alaranjada no fundo da imagem, que parece subir a partir do horizonte. Conhecido por luminescência atmosférica, este fenômeno óptico é causado pela luz do Sol difundindo na atmosfera da Terra, o que impede o céu noturno de se apresentar completamente escuro. Este fenômeno é explicado com todo o detalhe no ESOcast 78.

Crédito:

ESO/P. Horálek

Fonte:

https://www.eso.org/public/brazil/images/potw2105a/?lang

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo