Ravinas na Cratera Matara em Marte

As ravinas, ou barrancos nas dunas de areia marciana, como esses na Cratera Matara, têm estado muito ativos, com muitos fluxos registrados nos últimos 10 anos. Os fluxos normalmente ocorrem quando o congelamento sazonal está presente.

Nessa imagem feita pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter da NASA nós podemos observar o congelamento tanto nos barrancos como ao redor dos barrancos, que estiveram ativos anteriormente. Na imagem abaixo, pode-se ver esse mesmo barranco como ele se parecia em 2010. Nesse ano ainda não foram detectados fluxos mas a câmera HiRISE continua buscando por essa atividade.

O mapa é projetado aqui numa escala de 50 centímetros por pixel. A imagem original tem uma escala de 50.3 centímetros por pixel, onde objetos da ordem de 151 centímetros de diâmetro podem ser resolvidos. O norte na imagem está para cima.

A Universidade do Arizona, em Tucson, opera a HiRISE, que foi construída pela empresa Ball Aerospace & Technologies Corp., em Boulder, no Colorado. O Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, uma divisão do Caltech em Pasadena, na Califórnia, gerencia, o programa Mars Reconnaissance Orbiter Project para o Science Mission Directorate da NASA, em Washington.

Crédito da Imagem: NASA/JPL-Caltech/Univ. of Arizona

Fonte:

https://www.nasa.gov/image-feature/jpl/pia22349/gullies-of-matara-crater

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.