Raios de Anortosito na Lua

A bela imagem acima mostra uma excelente visão da brilhante cratera Anaxágoras sobrepondo a rasa cratera Goldschidt à direita, com uma cratera ainda mais brilhante a Epigenes A na parte inferior direita. As montanhas centrais da Anaxágoras são formadas de anortosito puro – pagioclásio e feldspato – um mineral que acredita-se tenha se formado numa crosta rica em cálcio acima do oceano de magma. A ejeção contínua e os raios da cratera que passam através da cratera Goldschmidt também são formados de anortosito. A imagem acima ainda mostra de maneira muito clara duas vastas zonas de material na parede oeste que continua além da crista do anel descendo pelo exterior da parede. Embora a distribuição dos raios e do material derretido por impacto implicam que a cratera Anaxágoras se formou por um impacto oblíquo com o projétil vindo de oeste, parece que mais provavelmente as zonas localizadas nas paredes da crateras são brilhantes pelo material ejetado durante a formação da cratera.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/May+28%2C+2012

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.