fbpx
28 de novembro de 2021

QUILONOVAS FORMAM OS ELEMENTOS MAIS PESADOS DO UNIVERSO | SPAC ETODAY TV EP2005

COMPRE O BONÉ TRUCKER NA SPACE TODAY STORE E GANHE UMA CANECA DE PRESENTE:

https://www.spacetodaystore.com/bones/bone-trucker-space-today/

————————————————————————————————————

CONFIRA O CURSO DE ASTRONOMIA DO SPACE TODAY, MAIS DE 60 HORAS DE CONTEÚDO FALANDO SOBRE TUDO DA ASTRONOMIA, MATRICULE-SE JÁ:

https://academyspace.com.br/big-bang/

————————————————————————————————————

SEJA MEMBRO DO SPACE TODAY E AJUDE COM A CRIAÇÃO DE CONTEÚDO SÉRIA NA ÁREA DE ASTRONOMIA:

https://www.patreon.com/spacetoday

https://apoia.se/spacetoday

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

————————————————————————————————————

Em 17 de Agosto de 2017, os astrônomos na Terra, detectaram um evento pela primeira vez na história, a fusão de duas estrelas de nêutrons.

Esse evento gerou ondas gravitacionais que foram detecta das pelo LIGO, mas também gerou ondas eletromagnéticas que puderam ser estudadas pelos grandes telescópios da Terra.

Hoje, mais de 2 anos depois, esse evento continua sendo estudado.

E para você que vem aqui criticar sobre o fato disso não ser ciência, essa é a maior prova que é ciência, estudada, observada e verificada, são 2 anos, que os astrônomos estão debruçamos sobre os dados para entender o que aconteceu e a consequência dessa colisão.

Esse evento de colisão de estrelas de nêutrons dá origem ao que chamamos de kilonova.

Aqui no canal tem vários vídeos explicando os detalhes desse evento.

Mas e aí, qual a importância desse evento na minha vida?

Não sei se você sabe, mas os elementos químicos são forjados no interior das estrelas, quando elas explodem como supernovas, elas poluem o universo com esses elementos, que depois acabam migrando para os discos protoplanetários e por fim para os planetas, e para nós mesmos.

Isso é conhecido desde a década de 1950, e com o passar do tempo os astrônomos foram identificando os elementos pelo universo através do estudo de diferentes fenômenos.

Porém, eles chegaram num limite, que é o ferro, elementos mais pesados que o ferro precisavam de um ambiente muito mais extremo.

Então, a fusão de duas estrelas de nêutrons poderia ser o palco perfeito para isso, já que nessa fusão a temperatura é extrema e elementos mais pesados que o ferro poderiam ser criados.

Os astrônomos então usaram os dados coletados pelo instrumento X-SHOTER que fica acoplado ao VLT do ESO e descobriram algo impressionante.

Pela primeira vez na história, eles descobriram a formação de um elemento mais pesado que o ferro, o estrôncio.

Mas por que tanto tempo, alguém deve pensar?

Bem, isso é a ciência, é assim que ela funciona, é com tempo, é trabalhando em cima dos dados obtidos por experimentos reais, entendendo a complexidade de tudo isso, é que os astrônomos conseguiram determinar a criação do estrôncio.

Isso é muito importante, pois mostra que a os elementos pesados realmente são produzidos pela fusão de estrelas de nêutrons.

Mostra que o processo de captura rápida de nêutrons é o responsável por essa produção.

É só assim, com o desenvolvimento da ciência, com o aperfeiçoamento dos instrumentos astronômicos que podemos entender toda a complexidade do universo que nos cerca.

Fonte:

https://www.eso.org/public/news/eso1917/

https://www.eso.org/public/archives/releases/sciencepapers/eso1917/eso1917a.pdf

#Quilonova #Estrôncio #SpaceToday

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo