fbpx

Por Que O Céu Noturno É Escuro?

ceu_noturno_escuro


observatory_150105Por que o céu noturno é escuro? Bem, na verdade, ele não é. Quando uma árvore ou a sua mão tem a silhueta desenhada contra ele, o céu noturno é visto de maneira surpreendentemente brilhante. Acima, nós podemos claramente ver árvores e montanhas com suas silhuetas destacadas contra o céu noturno. A luz tênue vem de muito longe desde uma miríade de estrelas e galáxias, muitas delas muito apagadas para serem vistas individualmente, mas que juntas formam um véu luminoso no céu. A aeroluminescência da Terra também pode fazer o céu noturno brilhar.

Claro, existe muito mais escuridão na noite do que no dia. Você já parou para pensar por que? Se sim, um dos seus primeiros pensamentos pode ter sido: “A luz do Sol ilumina o dia, e sem a luz do Sol, a noite é escura”. Essa explicação óbvia deixa de lado uma profunda informação sobre o universo. Começando em 1596 com Thomas Digges, cientistas como Kepler, De Cheseaux e Olbers e até mesmo Edgar Alan Poe juntaram muitos argumentos poderosos sobre o universo com base na relativa escuridão do céu noturno. Por exemplo, de acordo com Olbers:

“Se o universo é infinito e contém um infinito número de estrelas, então em qualquer direção que você olhe deve ter uma estrela. Assim sendo, o céu deveria ser tão brilhante quanto a superfície do Sol tanto de dia como de noite. Como isso não acontece, o universo não deve conter um número infinito de estrelas e assim, o universo deve ser finito”.

Embora saibamos hoje que o universo está se expandindo, e à medida que isso acontece, ele ainda escurece (desvio para o vermelho) a luz das estrelas distantes, o raciocínio de Digges e dos outros não deixa de ser correto. Não é uma má lição que se aprende simplesmente olhando para o céu noturno! A foto acima foi feita desde Sierra Nevada, na Califórnia em 2009.

Fonte:

http://epod.usra.edu/blog/2013/10/why-is-the-night-sky-dark.html


alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo