fbpx

Pico Central Colorido É Identificado Pela HiRISE Em Cratera Sem Nome em Marte


Pequenas crateras de impacto em Marte mantêm sua forma de taça original, mas uma vez que uma cratera é grande o suficiente para que a força de gravidade nos taludes da paredes seja maior que força do material alvo, a parede entra em colapso em direção ao centro para formar um pico central.

Em Marte, a transição entre uma simples cratera em forma de taça e uma cratera complexa ocorre se a cratera excede os 7 km de diâmetro. A formação de picos centrais em crateras complexas trazem para cima materiais das profundezas da superfície de Marte. Por essa razão, os picos centrais de crateras complexas são bons locais para se procurar por rochas antigas.

As rochas coloridas expostas no pico central visível nessa imagem em detalhe acima, provavelmente reflete variações no conteúdo do mineral que foram causadas pela atividade da água no início da história de Marte. A imagem hiperespectral do instrumento CRISM que foi feita ao mesmo tempo que essa imagem HiRISE pode mostrar evidências de vários tipos de minerais que supostamente são responsáveis pelas cores vistas aqui.

Fonte:

http://hirise.lpl.arizona.edu/ESP_023674_1590


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .