Passando Por Júpiter

Lá vem Júpiter! A sonda Juno da NASA continua na sua órbita altamente alongada de 53 dias ao redor do maior planeta do Sistema Solar. O vídeo acima foi feito com os dados e as imagens obtidas durante o chamado perijove 11 (perijove é o momento em que a Juno está mais perto de Júpiter). O perijove 11 foi a décima primeira vez que a sonda passou perto do planeta desde que entrou na sua órbita em meados de 2016. Esse vídeo que têm as imagens com cores realçadas cobre cerca de 4 horas dessa passagem e apresenta 36 imagens feitas pela Juno. O vídeo começa com a Juno se aproximando a partir do norte. À medida que a Juno atinge o ponto mais próximo, a cerca de 3500 quilômetros acima do topo das nuvens de Júpiter, a sonda registra detalhes impressionantes da atmosfera tumultuada do planeta. A Juno passa acima de zonas brilhantes, e cinturões escuros de nuvens que circulam o planeta, além de passar também sobre inúmeras tempestades em forma de redemoinho, muitas delas bem maiores do que qualquer furacão já registrado na Terra. Após o perijove, Júpiter volta a ficar distante, e agora mostra para a sonda as nuvens incomuns que aparecem sobre o polo sul do planeta. Para adquirir os dados científicos valiosos, a Juno passa tão perto de Júpiter que seus instrumentos podem falhar devido ao tempo que ficam expostos à intensa radiação do planeta. Por conta disso, em parte, a missão da sonda Juno está atualmente programada para terminar em meados de 2018, no perijove 14, quando a sonda será direcionada para mergulhar na atmosfera de Júpiter.

Fonte:

https://apod.nasa.gov/apod/ap180226.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.