PARA PEDIR MÚSICA – 3 BURACOS NEGROS NUMA MESMA GALÁXIA | SPACE TODAY TV EP1924

PARA SE INSCREVER NO CURSO BIG BANG – ASTRONOMIA PARA LEIGOS E APRESSADOS ACESSE O SITE:

https://academyspace.com.br/big-bang/

——————————————————————————-

SPACE TODAY STORE:

https://www.spacetodaystore.com

——————————————————————————-

Para fazer parte do seleto grupo dos apoiadores!!!

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

——————————————————————————-

Existe um tipo especial de objeto no universo, que os astrônomos chamam de AGN, ou núcleo ativo de galáxia.

Os AGNs nada mais são do que galáxias que possuem no seu centro buracos negros supermassivos que estão num processo intenso de alimentação.

Devido a isso, os AGNs emitem muita radiação.

Os AGNs podem ser classificados como quasar, blazar, rádio galáxia, ou galáxia do tipo seyfert.

De todos esses aqui no canal eu já falei bastante de quasar, de blazar e até de rádio galáxia.

Porém não cheguei a falar muito das galáxias do tipo seyfert.

O que muda basicamente são determinadas emissões espectrais, a maneira como o jato relativístico é observado daqui da Terra, e o tipo de galáxia que abriga esse AGN.

No caso das galáxias do tipo Seyfert, a principal característica é que são galáxias espirais.

Como vocês sabem também, quase todas, senão todas as galáxias apresentam no seu centro um buraco negro supermassivo, e estudar esses buracos negros é importante para podermos conhecer melhor o universo.

Em 2016, os astrônomos descobriram algo inusitado, uma galáxia que possuía, 2 buracos negros supermassivos no seu centro.

Mas como eu falo, nada no universo é tão inusitado que não possa piorar.

Ou melhorar.

E recentemente um grupo de astrônomos descobriu um AGN, não com 1, nem com 2, mas com 3 buracos negros supermassivos no seu centro.

Esse AGN descoberto é uma galáxia do tipo Seyfert.

Na verdade, são 3 galáxias que estão no processo de fusão, uma se misturando com a outra e com a outra.

Embora esse AGN já tivesse sido observado antes, somente a integração das observações do Hubble, do Chandra e do VLA é que foram capaz de revelar os 3 buracos negros supermassivos.

Os 3 buracos negros estão relativamente próximos dentro de uma distância de 5000 anos-luz entre eles.

E qual a importância disso.

Primeiro a raridade, esse é um dos únicos sistemas do universo conhecido com 3 buracos negros supermassivos no centro.

Segundo, eles podem ser em breve uma provável fonte de ondas gravitacionais, lembrem-se que no caso de buracos negros supermassivos em fusão as ondas gravitacionais são geradas antes deles realmente se fundirem.

Terceiro, eles são uma fonte para se estudar a fusão de galáxias e de buracos negros, como isso pode acontecer, qual será o resultado, os 3 vão se fundir, 2 vão se fundir, como será tudo isso.

Quarto, as observações realizadas e a metodologia desenvolvida pode ser usada na busca de outros sistemas triplos pelo universo.

O destino mesmo ninguém sabe, mas os astrônomos continuarão estudando todo o sistema para entender o que pode acontecer.

Esse é mais um hat trick, 3 buracos negros supermassivo numa mesma galáxia, pode pedir música!!!

#BuracosNegros #3BuracosNegros #MúsicaNoFantástico

fontes:

https://room.eu.com/news/three-massive-black-holes-caught-in-the-act-of-merging

https://www.ibtimes.com/3-black-holes-locked-orbit-baffles-scientists-2809820

https://arxiv.org/pdf/1907.10639.pdf

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.