fbpx

OS SINAIS DO NASCIMENTO DE UM PLANETA | SPACE TODAY TV EP2223

ENTRE NA COMUNIDADE SPARKLE DO SPACE TODAY NO HOTMART:

https://sparkle.onelink.me/twwu/spacetoday

——————————————————————–
VISITE A LOJA DO SPACE TODAY:

https://www.spacetodaystore.com

——————————————————————–

SEJA MEMBRO DO SPACE TODAY E AJUDE COM A CRIAÇÃO DE CONTEÚDO SÉRIA NA ÁREA DE ASTRONOMIA:

https://www.patreon.com/spacetoday

https://apoia.se/spacetoday

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

——————————————————————–

CONFIRA O CURSO DE ASTRONOMIA DO SPACE TODAY, MAIS DE 60 HORAS DE CONTEÚDO FALANDO SOBRE TUDO DA ASTRONOMIA, MATRICULE-SE JÁ:

https://academyspace.com.br/big-bang/

——————————————————————–

Os astrônomos já conseguiram identificar mais de 4000 exoplanetas.

Mas esses exoplanetas já estão ali formados e orbitando suas estrelas.

Pouco ainda se sabe sobre a formação dos planetas.

Como eu falo, em linhas gerais sim, os astrônomos sabem como um planeta se forma, através de um disco protoplanetário onde começam a existir certas aglomerações de matéria, se formam os planetesimais até termos o planeta formado.

De um tempo pra cá os astrônomos começaram a conseguir observar os discos protoplanetários ao redor das estrelas, o que tem ajudado e muito a entender todo esse processo.

Mas quanto mais discos forem observados e em diferentes estágios melhor, pois assim o nosso entendimento será completo sobre a formação dos planetas.

E foi isso que aconteceu recentemente.

Os astrônomos pegaram o telescópio VLT do ESO do Chile, equipado com um instrumento chamado SPHERE e apontaram esse telescópio para uma estrela conhecida como AB Aurigae.

A estrela está localizada a 520 anos-luz de distância da Terra.

Ao apontar o VLT para essa estrela os astrônomos puderam registrar o disco de gás e poeira girando ao redor da estrela.

Isso que vocês estão vendo são imagens reais, não é desenho, não é ilustração, é uma imagem feita por um telescópio.

A região amarela mais brilhante situada perto da estrela, que é equivalente à distância entre o Sol e Netuno, é onde está acontecendo a formação de um planeta.

Os astrônomos conseguiram observar os braços espirais de forma detalhada, estruturas que são previstas em modelos teóricos e muito importantes para geração e crescimento de planetas.

As duas espirais, uma se enrolando para o interior da órbita do planeta e outra para fora, se juntam onde o planeta está se formando, nesse ponto acontece uma acumulação de gás e poeira fazendo o planeta crescer.

O ALMA já havia observado esse disco protoplanetário em 2017, mas agora o SPHERE do VLT do ESO conseguiu as melhores imagens até o momento dessa estrutura.

Com isso os astrônomos vão aprendendo cada vez mais como ocorre a formação de planetas.

Agora imaginem quando o ELT estiver pronto. Serão 39 metros de diâmetro de telescópio a serviço da astronomia com os instrumentos mais modernos, e tudo isso será revisitado.

Daqui uns 10 anos, certamente voltarei a falar da AB Aurigae observada pelo ELT.

Essa imagem está sendo tratada pelos astrônomos como sendo a primeira evidência direta de um planeta bebê em formação.

Fontes:

https://www.eso.org/public/brazil/news/eso2008/

https://www.eso.org/public/archives/releases/sciencepapers/eso2008/eso2008a.pdf

#ESO #PLANETFORMATION #SPACETODAY

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .