Os Satélites Swift e Fermi da NASA Observam Uma Impressionante Explosão de Raios-Gamma

746292main_Fermi_LAT_GRB_1080

observatory_150105Os raios-Gamma registrados da explosão de uma estrela moribunda numa galáxia distante tem impressionado os astrônomos ao redor do mundo. A erupção que é classificada como uma explosão de raios-Gamma, ou do inglês GRB, e que foi designada como GRB 130427A, produziu a luz de mais alta energia já detectada de um evento como esses.

“Nós esperamos por muito tempo por uma explosão de raios-Gamma chocante e que pudesse literalmente brilhar a olhos vivos”, disse Julie McEnery, cientista de projeto para o Fermi Gamma Ray Space Telescope no Goddard Space Flught Center da NASA em Greembelt, Md. “A GRB durou tanto tempo que um número recorde de telescópios em Terra foram capazes de registrar a explosão enquanto as observações com telescópios espaciais ainda estava em curso”.

Pouco depois das 3:47 da manhã em EDT, do dia 27 de Abril de 2013, o Gamma-ray Burst Monitor (GBM) do Fermi disparou em uma erupção de luz de alta energia na constelação de Leo, o Leão. A explosão ocorreu enquanto o satélite Swift da NASA estava passando entre alguns alvos o que atrasou a detecção do Burst Alert Telescope por menos de um minuto.

746296main_LAT_before_and_after_labels

O Large Area Telescope do Fermi, ou LAT, registrou uma explosão de raios Gamma com uma energia de no mínimo 94 bilhões de elétrons volts (GeV), ou algo em torno de 35 bilhões de vezes mais energético que a luz visível, e em torno de três vezes maior do que o registro anterior feito pelo LAT. A emissão GeV da explosão durou horas e permaneceu detectável pelo LAT por boa parte do dia, registrando assim um novo recorde como a emissão de raios-Gamma mais longa já observada de uma GRB.

A explosão foi subseqüentemente detectada em comprimentos de onda óptico, infravermelho e e de rádio por observações feitas em terra, com base na posição rápida e precisa do Swift. Os astrônomos rapidamente aprenderam que a GRB estava localizada a aproximadamente 3.6 bilhões de anos-luz de distância da Terra, o que é algo relativamente Perto para fenômenos, desse tipo.

As explosões de raios-Gamma são as explosões mais luminosas do universo. Os astrônomos acreditam Quênia sua maioria elas ocorrem quando estrelas massivas esgotam se combustível nuclear e colapsam devido ao seu próprio peso. Enquanto que o núcleo colapsa num buraco negro, jatos de material são atirados para fora em velocidades próximas à da luz.

746298main_Fermi_GRB_Sequence_839

Os jatos vagam por todo o caminho através da estrela em colapso e continuam no espaço onde eles interagem com o gás previamente derramado pela estrela gerando brilhos intensos que desaparecem com o tempo.

Se uma GRB é próxima o suficiente, os astrônomos normalmente descobrem uma supernova no mesmo local uma semana depois, aproximadamente.

“Essa GRB em questão está entre as cinco por cento das explosões mais próximas, ou seja, existe a grande possibilidade de se encontrar uma supernova emergindo dessa explosão, do mesmo modo que supernovas foram descobertas acompanhando explosões similares”, disse Neil Gehrels do Goddard e principal pesquisador para o Swift.

Observações com telescópios em Terra estão monitorando a localização da GRB 130427A e esperam encontrar essa supernova em meados do mês de Maio de 2013. Veja esse post para entender o monitoramento feito com os telescópios baseados em Terra: https://spacetoday.com.br/imagens/os-maiores-telescopios-da-terra-investigam-a-explosao-de-raios-gamma-grb-130427a/

746305main_Swift_XRT

Fonte:

http://www.nasa.gov/topics/universe/features/shocking-burst.html

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.