fbpx

Os Picos Erodidos da Cratera Praxiteles em Mercúrio

EN0223615476M.map


observatory_1501054Essa superfície localizada ao redor do anel do pico central da Cratera Praxiteles, exibe os efeitos que tanto as cavidades como os depósitos piroclásticos podem ter em feições pré-existentes. O anel de pico (localizado na parte esquerda da imagem) pode ser pensado como ter sido erodido ou sucumbido a partir da combinação dessas feições. Os depósitos piroclásticos perturbam o material da superfície através de eventos como vulcões, e as cavidades acredita-se sejam causadas pela sublimação de voláteis, que lançam material da subsuperfície e sucumbem a superfície ainda mais.

Essa imagem foi adquirida como parte da campanha de observações planejadas de alta resolução. Observações planejadas são imagens feitas de pequenas áreas da superfície de Mercúrio com resoluções muito maiores que os tradicionais 200 metros por pixels usados no mapa base morfológico. Não é possível cobrir toda a superfície de Mercúrio com essa alta resolução, mas normalmente áreas de alto interesse científico são imageadas nesse modo a cada semana.

Fonte:

http://messenger.jhuapl.edu/gallery/sciencePhotos/image.php?page=1&gallery_id=2&image_id=1242


alma_modificado_rodape1053

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo