fbpx

O Rastro de Luz da Lua Sobre o Rio Tejo em Portugal


Nossos olhos atualizam a cena que estamos vendo a cada 1/15 de um segundo. Desse modo o que observamos é na realidade uma série de imagens instantâneas. A foto acima tenta fazer algo similar, formada por 149 imagens separadas, o resultado final é uma única composição que detalha o movimento da Lua e das estrelas através do céu. Mas o que aconteceria com a gente se pudéssemos registrar e guardar as imagens observadas pelos nossos olhos? A vida com certeza seria confusa, cada vez que nós déssemos um passo nós observaríamos uma série de deslocamentos de modo que tudo ao nosso redor mudaria de posição com relação aos nossos olhos. Assim sendo, podemos apreciar essa imagem do rastro de luz deixado pela Lua durante uma exposição de 36 minutos sobre o Rio Tejo em Portugal. E ao observarmos essa imagem podemos ficar até felizes pelo fato de não podermos integrar nossas imagens mentais.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/November+2%2C+2011


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo