O Monte Everest Como Visto Pelo Satélite Landsat em 2003

No dia 29 de Maio de 1953, Edmund Hillary, da Nova Zelândia, e Tenzing Norgay, do Nepal, tornaram-se os primeiros humanos a escalar com sucesso o pico do Monte Everest, a montanha mais alta do mundo. Eles eram parte da expedição britânica liderada pelo Colonel John Hunt, enviada especificamente para alcançar aquilo que por certa época foi chamado de “O Terceiro Polo”. Em décadas anteriores, grande expedições britânicas tentaram alcançar em primeiro lugar o polo Norte e o polo Sul e somente conseguiram chegar em segundo lugar atrás dos americanos (a expedição de Robert Peary para o Polo Norte) e dos noruegueses (a expedição de Roald Amundsen ao Polo Sul). Os britânicos fizeram sete tentativas de escalar o Monte Everest em décadas anteriores, normalmente pela face norte do Tibet. Mas depois da Revolução Chinesa em 1949, essa rota para a montanha foi fechada e então as expedições ao Monte Everest tiveram que explorar novas rotas para alcançar o pico. A expedição britânica de 1953 escalou o monte pela face sul e então ao longo da cadeia sudeste por uma rota que é agora a mais usada pelos milhares de montanhistas que tentam escalar a montanha desde então. Nessa época, existiam algumas dúvidas se esse caminho era possível. A uma altura de 8848 metros, o ar tem somente um terço da espessura do ar no nível do mar. Os membros da expedição como tinham feito em tentativas anteriores  carregavam garrafas de oxigênio, mas isso tinha virado uma carga muito pesada para os escaladores e só poderiam servir como suplemento para alguns deles e não para todos. Desde 1953, muitas expedições tiveram sucesso em escalar o Monte Everest, incluindo a primeira expedição americana em 1963. Contudo, a maior parte dos montanhistas falharam ao tentar chegar ao pico, e muitas pessoas morrem a cada ano na tentativa. No ano de 2003, ano em que o satélite Landsat fez a imagem acima, aqui reproduzida, mais de 5000 pessoas tentaram escalar o pico, somente 1600 tiveram sucesso, e 175 morreram. Crédito da Imagem: NASA.

Fonte:

http://www.nasaimages.org/luna/servlet/detail/NVA2~34~34~73681~133328?qvc=lc:NVA2~34~34

 

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo