fbpx

O Interior Composto de Pedras Preciosas de Noctis Labyrinthus em Marte


Os depósitos suaves e de tonalidade clara no interior do Noctis Labyrinthus em Marte,  uma série de depressões na parte terminal mais a oeste do Valles Marineis, pode conter uma forma de sílica hidratada, talvez opala, que é um tipo de pedra preciosa.

A opala poderia ter se formado pelo intemperismo do fluxo de lava basáltica ou pela cinza vulcânica na presença de água. Também pode-se observar no lado esquerdo da imagem abaixo que tem as cores realçadas dunas de areia com duas cores, essas duas cores podem ser o resultado da cobertura de areia escura em locais onde a poeira brilhante avermelhada existe, e uma cratera com material de ejeção escuro. A largura da imagem abaixo é de 1.2 quilômetros.

Fonte:

http://hirise.lpl.arizona.edu/ESP_023359_1710


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .