O Futuro Condenado da Via Láctea: O Choque Com a Galáxia de Andrômeda

Os astrônomos, desde que descobriram o movimento relativo entre as galáxias se perguntaram, será que algum dia a Via Láctea irá se chocar com a sua maior vizinha, a galáxia de Andrômeda? A resposta é que muito provavelmente vai. A cuidadosa análise dos deslocamentos das estrelas da M31 com relação às galáxias de fundo feita em imagens recentes do Telescópio Espacial Hubble, indicam que o centro da M31 pode estar em rota de colisão direta com o centro da nossa galáxia. Ainda, os erros na velocidade lateral parecem suficientemente grandes para admitir uma boa chance que as partes centrais de ambas as galáxias não se choquem diretamente, mas que cheguem perto o suficiente para que seus halos externos se tornem gravitacionalmente interligados. Uma vez que isso aconteça, as duas galáxias se tornarão unidas, dançarão uma ao redor da outra e eventualmente se fundirão tornando-se uma única galáxia elíptica maior, algo deve acontecer nos próximos bilhões de anos. A imagem acima é uma ilustração artística que mostra como seria o céu observado num mundo num futuro distante quando as partes centrais das galáxias começassem o processo de destruição mútuo. O futuro exato da nossa Via Láctea e de todo o Grupo Local de Galáxias ainda será um tópico ativo de pesquisas por muitos anos.

M31 velocity vector

View more documents from Sergio Sancevero

M31 velocity vector_part2

View more documents from Sergio Sancevero

M31 velocity vector_part3

View more documents from Sergio Sancevero

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap120604.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.