O Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko nos Dias 13 e 14 de Agosto de 2014

Comet_on_13_August_2014_-_NavCam


observatory_1501051A imagem acima foi feita pela câmera de navegação, ou NAVCAM da sonda Rosetta, no dia 13 de Agosto de 2014 a cerca de 115 km de distância do Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, pouco tempo depois da sonda manobrar para ajustar a sua trajetória em direção ao cometa.

Ao realizar esse tipo de manobra a sonda consegue imagens diferenciadas da superfície do cometa. Na imagem acima pode-se ver a parte “basal” do lobo maior do núcleo duplo do cometa. Nessa imagem pode-se ver a grande variedade de terrenos já destacada em outras imagens do cometa. Destacam-se os grande pedaços de rocha e gelo que pontuam vários locais da região imageada. Na porção central pode-se observar uma vasta região de terreno suave com vários pedaços de rocha e gelo e com feições imageadas de forma magnífica pela sonda que apresentam característica de ranhuras, como observadas em outros corpos celestes como a Lua. Circundando essa região de terreno mais suave, pode-se ver uma série de crateras de diferentes formas e tamanhos e na parte inferior da imagem é possível ver uma parede que pela sombra projetada deve apresentar inclinação negativa, além de ser muito elevada.

Comet_on_14_August_2014_-_NavCam


Essa outra imagem, apresentada acima, também foi feita pela câmera de navegação, ou NAVCAM, da sonda Rosetta, a cerca de 100 km de distância do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko.

Nessa imagem podemos ver a região “basal” do lobo menor do núcleo duplo do cometa. Essa região, como já destacado anteriormente é dominada por uma grande cratera, tanto em extensão como em profundidade, já que as paredes que circundam a crateras apresentam uma grande elevação. O detalhe da imagem é tão grande que no interior dessa cratera é possível ver pedaços pequenos de rocha e gelo, além de uma feição semelhante a uma escarpa ou falha que cruza a porção central do assoalho da cratera.

Mais uma vez, a razão e a explicação para todas essas feições só estarão disponíveis depois que o módulo Philae, pousar na superfície do cometa e mandar imagens e análises detalhadas sobre o objeto.

Fontes:

http://www.esa.int/spaceinimages/Images/2014/08/Comet_on_13_August_2014_-_NavCam


http://blogs.esa.int/rosetta/2014/08/15/cometwatch-14-august/

alma_modificado_rodape1051

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.