O Calmo Sagittarius A*

sgra_gasChandra


observatory_1501054O gás quente é algo difícil de engolir. Pelo menos isso parece ser verdade para o buraco negro supermassivo localizado no centro da Via Láctea. Conhecido como a fonte Sagittarius A*, o buraco negro da Via Láctea está no centro dessa imagem composta de dados em infravermelho (tonalidades em vermelho e amarelo) e em raios-X (azul). Com base nos dados de uma extensa campanha de observações feitas pelo telescópio orbital de raios-X Chandra, a emissão difusa ao redor do buraco negro é vista em detalhe no destaque da imagem, essa imagem no destaque se espalha por meio ano-luz através do centro galáctico a aproximadamente 26000 anos-luz de distância da Terra. Os astrônomos descobriram que a emissão de raios-X se origina no gás quente a partir de ventos causados pelas estrelas jovens e massivas localizadas nessa região. Os dados do Chandra indicam que somente 1% ou menos do gás dentro da influência gravitacional do buraco negro alcança o horizonte de evento, perdendo calor suficiente e momento angular para cair no buraco negro, enquanto o resto do gás escapa. O resultado explica por que o buraco negro da via Láctea é tão quieto, e muito mais apagado do que se esperava que ele fosse em raios-X energéticos. Isso provavelmente acontece para a maioria dos buracos negros supermassivos das galáxias do universo próximo.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap130906.html


alma_modificado_rodape1053

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.