Nova Pesquisa Mostra Como Vênus Pode Ter Sido Habitável no Passado

Atualmente o planeta Vênus é um lugar totalmente inóspito para a vida, com uma temperatura superficial na casa dos 500 graus Celsius e uma pressão atmosférica esmagadora, porém, nem sempre foi assim. Evidências geológicas, suportadas por simulações computacionais, indicam que há bilhões de anos ele era bem mais frio e tinha um oceano, ou seja, era muito parecido com a Terra.

Não é só a temperatura e a atmosfera altamente corrosiva que faz Vênus atualmente ser muito diferente do nosso planeta. Vênus também gira muito devagar, ele leva 243 dias terrestres para completar uma volta em torno do próprio eixo. Contudo, bilhões de anos atrás, ele girava mais rapidamente, o que ajudava fazer o planeta mais habitável.

As marés agem como um freio para a rotação do planeta, devido a fricção entre as correntes de maré e o assoalho oceânico. Na Terra, hoje, esse efeito de frear a rotação, muda a duração do dia em 20 segundos por milhões de anos. Um novo estudo feito por Mattias Green na School of Ocean Sciences na Bangor University juntamente com colegas da NASA e da University of Washington, resolveu quantificar esse efeito de frenagem no antigo Vênus.

Eles mostraram que as marés no oceano venusiano seriam grandes o suficiente para diminuir a rotação do planeta em dezenas de dias terrestres por milhões de anos, se Vênus girasse parecido com a Terra hoje. Isso sugere que o freio de maré poderia diminuir a rotação de Vênus para a sua atual rotação num intervalo entre 10 a 50 milhões de anos, eliminando assim a possibilidade do planeta ser habitável num curto intervalo de tempo.

O Dr. Green, disse, “Esse trabalho mostra como as marés são importantes e como podem remodelar a rotação de um planeta, mesmo que um oceano exista por somente 100 milhões de anos, e como as marés são importantes para fazer um planeta habitável, ou não”.

Fonte:

https://www.bangor.ac.uk/news/latest/new-research-at-bangor-university-helps-shed-light-on-the-possibility-of-past-life-on-venus-40747

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.