Nivelando o Terreno Para o E-ELT

eso1419a


observatory_150105Ocorreu hoje uma cerimônia de nivelamento de montanha para assinalar um importante marco no projeto do ESO do European Extremely Large Telescope (E-ELT). Tratou-se da detonação de parte do pico de 3000 metros do Cerro Armazones, operação realizada no âmbito do processo de nivelamento do cume da montanha em preparação para a construção do maior telescópio óptico/infravermelho do mundo.

Na cerimónia de nivelamento de montanha realizada no Observatório do Paranal, a 20 quilômetros de distância da detonação, estavam presentes altos dignatários tanto do Chile como dos Estados Membros do ESO, assim como representantes das comunidades locais, oficiais do projeto e pessoal do ESO. O evento foi também transmitido online em direto via Livestream e uma gravação pode ser vista neste link.

eso1419b


A ordem para se proceder à detonação foi dada pelo Sub-Secretário do Ministério de Bens Nacionais chileno, Jorge Maldonado.

Durante a cerimônia, a companhia chilena ICAFAL Ingeniería y Construcción S.A. fez explodir parte do topo do Cerro Armazones, libertando 5000 metros cúbicos de rocha. Esta é apenas uma parte do elaborado processo de nivelamento que ajudará a moldar a montanha, de modo a acomodar o telescópio de 39 metros e a sua enorme cúpula. No total terão que ser deslocados cerca de 220 000 metros cúbitos de rocha, abrindo-se assim espaço para a plataforma de 150 por 300 metros do E-ELT.

eso1419c


Os trabalhos de construção civil no Cerro Armazones começaram em março de 2014 e espera-se que durem cerca de 16 meses. Estes trabalhos incluem a construção e manutenção de uma estrada pavimentada, a construção da plataforma no topo e a construção de uma vala de serviço que leva ao cume [1].

Prevê-se que o E-ELT comece a operar em 2024, altura em que começará a investigar os maiores desafios astronômicos da nossa época. Espera-se que o telescópio gigante, que será “o maior olho do mundo virado para o céu”, permita a exploração de reinos completamente desconhecidos no Universo.

eso1419d


Notas

[1] Todas as estruturas que serão construídas posteriormente no local estão especificadas na Proposta de Construção do E-ELT, um livro de 264 páginas que detalha todos os aspectos do projeto e apresenta igualmente um resumo de execução. Em junho de 2011, o Conselho do ESO apoiou o design básico revisto para o telescópio e em dezembro de 2012 foi aprovado o Programa E-ELT (ver também ann13019,ann13033 e ann13042).

eso1419e


Mais Informações

O ESO é a mais importante organização europeia intergovernamental para a investigação em astronomia e é o observatório astronómico mais produtivo do mundo. O ESO é  financiado por 15 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça. O ESO destaca-se por levar a cabo um programa de trabalhos ambicioso, focado na concepção, construção e funcionamento de observatórios astronómicos terrestres de ponta, que possibilitam aos astrónomos importantes descobertas científicas. O ESO também tem um papel importante na promoção e organização de cooperação na investigação astronómica. O ESO mantém em funcionamento três observatórios de ponta, no Chile: La Silla, Paranal e Chajnantor. No Paranal, o ESO opera  o Very Large Telescope, o observatório astronómico óptico mais avançado do mundo e dois telescópios de rastreio. O VISTA, o maior telescópio de rastreio do mundo que trabalha no infravermelho e o VLT Survey Telescope, o maior telescópio concebido exclusivamente para mapear os céus no visível. O ESO é o parceiro europeu do revolucionário telescópio  ALMA, o maior projeto astronómico que existe atualmente. O ESO encontra-se a planear o European Extremely Large Telescope, E-ELT, um telescópio de 39 metros que observará na banda do visível e do infravermelho próximo. O E-ELT será “o maior olho do mundo virado para o céu”.

Loading player…


Loading player…


Loading player…


Loading player…


Fonte:

http://www.eso.org/public/brazil/news/eso1419/

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.