fbpx

NGC 7006: Um Aglomerado Globular Remoto da Via Láctea É Fotografado Pelo Hubble

Essa imagem feita pelo Telescópio Espacial Hubble, das agências NASA e ESA mostra um aglomerado globular de estrelas compacto e distante que se localiza numa das menores constelações do céu, a Delphinus, o Golfinho. Devido ao seu tamanho modesto, à sua grande distância e ao seu baixo brilho relativo, o NGC 7006 é muitas vezes ignorado pelos astrônomos amadores. Mas mesmo os aglomerados globulares, mais remotos como esse aparecem brilhantes e claros quando fotografados pela Advanced Camera for Surveys do Telescópio Espacial Hubble.

O NGC 7006 reside nos subúrbios da Via Láctea. Ele está a uma distância aproximada de 135000 anos-luz da Terra, cinco vezes a distância entre o Sol e o centro da galáxia, e é parte do halo galáctico. O halo galáctico é uma região aproximadamente esférica da Via Láctea formada por matéria escura, gás e aglomerados globulares distribuídos de forma esparsa.

Como outros aglomerados globulares remotos, o NGC 7006 fornece pistas importantes para os astrônomos entenderem como as estrelas se formaram e se agruparam no halo. O aglomerado agora fotografado pelo Hubble tem uma órbita muito excêntrica indicando que pode ter se formado de forma independente, numa pequena galáxia fora da nossa própria e que foi posteriormente capturado pela Via Láctea.

Embora o NGC 7006 seja muito distante para um aglomerado globular da Via Láctea, ele é muito mais próximo do que muitas galáxias que podem ser vistas no plano de fundo dessa imagem. Cada uma dessas nebulosidades apagadas é provavelmente acompanhada de muitos aglomerados globulares similares ao NGC 7006 mas que são muito apagados para serem observados até mesmo pelo Hubble.

Essa imagem foi feita usando o Wide Field Channel da Advanced Camera for Surveys, combinando a luz visível com a luz do infravermelho próximo. O campo de visão é um pouco maior que 3 por 3 arcos de minutos.

Fonte:

http://www.spacetelescope.org/images/potw1137a/

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .