Monte Apresenta Camadas Dentro de Uma Cratera em Marte

Essa imagem aqui reproduzida mostra uma porção de uma cratera de impacto parcialmente preenchida por lama. A cratera de impacto tem pouco mais de 60 quilômetros de comprimento e o monte central tem metade desse tamanho, se estendendo além da área aqui mostrada.

Grandes crateras de impacto normalmente têm um pico central que surge durante o último estágio de formação da cratera. Contudo, montes como esse representam um processo diferente: preenchimento sedimentar da cratera após a sua formação.

Nesse local o monte central aparece com camadas. Camadas formadas em estágios estão cortadas no centro da imagem. Isso indica que o material do monte central foi depositado em uma série de eventos, provavelmente através do mesmo processo que foi repetido muitas vezes. Muitos processos podem formar camadas como essas, vento, deposição, poeira vulcânica ou sedimentação lacustre. Infelizmente, detalhes pequenos das camadas são obscurecidos pela poeira que cobre a maior parte do monte central. Avalanches nessas camadas de poeira são responsáveis pelas várias linhas negras pequenas observadas na imagem.

No entanto, o material formado no monte já foi uma vez mais abrangente , talvez preenchendo completamente a cratera. Erosão causada pelo vento deu  a ele a forma alongada e canelada, chamada de “yardangs”.

Fonte:

http://www.uahirise.org/PSP_003655_1885

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo