Modelo Proposto de Oceano na Subsuperfície Explica Jatos na Lua de Saturno Encélado

Essa imagem mostra uma nova explicação para o que pode alimentar os misteriosos jatos que são observados na região polar sul do satélite de Saturno Encélado: um oceano em subsuperfície de água do mar borbulhante. O novo modelo faz sentido com base nos dados anteriormente coletados pela sonda Cassini da NASA. A Cassini já detectou sais de sódio e potássio e carbonatos indicativos de que exista mesmo um oceano líquido em subsuperfície. Ela também encontrou partículas orgânicas e uma grande quantidade de calor fluindo em uma pequena área. O modelo de oceano parece explicar esse fenômeno.

Esse gráfico foi construído com base nas imagens dos jatos observados em Encélado pela Cassini em Novembro de 2009 e na figura aqui reproduzida ele foi colocado sobre essa imagem. Ele mostra bolhas na água do oceano viajando através de uma passagem na crosta de gelo e alimentando dessa maneira os gêisers. A água do oceano retorna para o oceano em subsuperfície por meio de rachaduras existentes no gelo.

Fonte:

http://saturn.jpl.nasa.gov/photos/imagedetails/index.cfm?imageId=4154

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo