Medindo a Distância Terra – Lua Durante o Eclipse Total de 15 de Abril de 2014

D140414_47_ApolloEclipse_AFCc_16f_950

observatory_150105Essa não é uma cena de um filme de ficção científica. O feixe de luz verde e o disco lunar avermelhado são sim muito reais, e foram registrados nas primeiras horas da manhã do dia 15 de Abril de 2014. Claro, o disco lunar avermelhado é fácil de explicar, já que a imagem foi feita durante o eclipse total do Sol da última semana. Imersa na sombra, a Lua eclipsada reflete a luz avermelhada apagada que é filtrada pelas bordas da Terra e indicam o nascer e o pôr-do-Sol em todas avermelhadas regiões do planetas como vistos da Lua. Mas o feixe verde de luz, é na verdade um laser. Atirado do telescópio de 3.5 metros do Observatório do Ponto Apache no sul do Novo México, a trajetória do feixe revela como a atmosfera dispersa parte da intensa luz laser. O atmosfera lo do laser é o retrorefletor da Apollo 15, deixado na Lua pelos astronautas em 1971. Determinando o tempo de trânsito da luz para chegar na Lua e voltar para a Terra, a equipe de pesquisa da UC San Diego é capaz de medir a distância entre a Terra e a Lua com precisão milimétrica e fornecer assim, um teste para a Teoria Geral da Relatividade de Einstein. Conduzindo o experimento de medida da distância entre a Terra e a Lua, durante um eclipse total da Lua, a Terra é usada como um interruptor cósmico de luz. Com a luz direta do Sol, bloqueada o desempwnho do refletor é melhorado com relação ao seu desempenho quando a Lua está iluminada pelo Sol, na sua fase cheia, um efeito conhecido como o real Full Moon Curse.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap140418.html

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo