Marius Hills e o Buraco na Lua

Poderiam os seres humanos viverem na subsuperfície da Lua? Essa intrigante possibilidade foi cogitada quando a sonda japonesa SELENE em 2009 fez imagens de um curioso buraco na região de Marius Hills na Lua, possivelmente esse buraco seria um tubo de lava. Observações posteriores feitas com a sonda LRO da NASA, indicaram que o Buraco de Marius Hills, se estendia por aproximadamente 100 metros, e tinha alguns metros de largura. Mais recentemente, usando dados de radar de penetração de solo, o famoso GPR da sonda SELENE, uma série de feições foram reanalisadas, e nessa nova análise, pôde-se comprovar que em Marius Hilss existe sim um tubo de lava que se estende por quilômetros e tem quilômetros de largura, ou seja, caberia dentro dele casas e até prédios. Esses tubos poderiam proteger uma possível colônia lunar das grandes variações de temperatura, de impactos asteroides e da mortífera radiação solar. Potencialmente, esses tubos de lava poderiam até ser selados para poder conter ar que poderia ser respirável. Esses tubos de lava provavelmente se formaram quando vulcões lunares estavam ativos a bilhões de anos atrás. A foto acima, mostra a superfície da região de Marius Hills, registrada na década de 1960 pela sonda da NASA Lunar Orbiter 2, e no detalhe podemos ver o Buraco de Marius Hills fotografado pela sonda LRO da NASA. Na imagem maior é possível ver alguns domos vulcânicos enquanto que a Cratera Marius aparece na parte superior direita da imagem.

Fonte:

https://apod.nasa.gov/apod/ap171025.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.