VISITE A SPACE TODAY STORE, A PATROCINADORA OFICIAL DO CANAL SPACE TODAY:

https://spacetodaystore.com

Uma das maiores obras da exploração espacial da humanidade, sem dúvida alguma é a sonda New Horizons.

No seu currículo está simplesmente o fato de ser a primeira sonda a ter visitado Plutão e anos depois ter passado e fotografado o Arrokoth, até agora o objeto mais distante já observado por uma sonda.

Agora ela conseguiu outros marcos importantes.

Um deles foi atingir a incrível distância de 50 UA, ou seja, ela está a uma distância 50 vezes maior que a distância entre a Terra e o Sol.

Isso faz com que ela seja a quinta sonda espacial mais distante e a quinta a ter batido essa distância, perdendo somente para duas duplas, as Voyager 1 e 2 e as Pioneers 10 e 11.

Ela está a mais de 7.5 bilhões de quilômetros de distância da Terra, sendo que um comando enviado da Terra para ele, viajando na velocidade da luz leva 7 horas para chegar na sonda.

E outras 7 horas para voltar para a Terra.

Para comemorar esse marco incrível, no dia de natal de 2020, a New Horizons apontou a sua Long Range Reconnaissance Imager na direção onde estava a Voyager 1.

A Voyager 1 é a sonda mais distante no Sistema Solar já enviada pelo ser humano, ela está a 22.9 bilhões de quilômetros de distância da Terra, o que equivale a 152 UA.

E no momento em que a imagem foi feita ela estava a 18 bilhões de quilômetros da New Horizons.

Para lembrar a sonda Voyager está no que chamamos de espaço interestelar, não é fora ainda do Sistema Solar, mas é uma região onde a influência do vento solar é bem pequena.

A New Horizons, chegará nesse ponto, no ano de 2040.

Essa imagem é histórica pois é a primeira vez que uma sonda faz imagem da posição de outra sonda mais distante ainda.

E essa imagem pode servir e muito para incentivar as novas gerações, mostrando o poder da engenharia aeroespacial.

Como eu disse essa e somente mais um ponto histórico na missão da New Horizons.

Ela foi lançada em 2006, se tornou a sonda mais rápida já construída pelo ser humano, em 2007 passou por Júpiter, e registrou o seu sistema de anéis e um vulcão entrando em erupção no satélite Io.

Passou por Plutão fazendo imagens sensacionais e depois pelo Arrokoth fazendo imagens históricas.

Mas a missão não acabou por aí, a equipe da sonda New Horizons está usando o Observatório Subaru para definir um novo objeto KBO para a sonda visitar.

Enquanto isso a sonda segue coletando dados importantes sobre o ambiente do Cinturão de Kuiper e de objetos distantes como Urano e Netuno.

A bateria nuclear da New Horizons irá manter a sonda em atividade até o final dos anos 2030.

Fonte:

https://www.nasa.gov/feature/nasa-s-new-horizons-reaches-a-rare-space-milestone

#NEWHORIZONS #VOYAGER #SPACETODAY
Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.