M57: A Nebulosa do Anel

Exceto pelos anéis de Saturno, a Nebulosa do Anel, ou M57, é provavelmente o anel mais famoso do céu. Sua aparência clássica é entendida pelo fato da nossa perspectiva de observação. O recente mapeamento da estrutura em expansão da nebulosa em 3D, com base, em parte nessa bela imagem do Hubble, indica que a nebulosa é formada por uma estrutura de anel, parecida com um donut, relativamente densa, ao redor de uma nuvem em forma ovalada de gás brilhante. A imagem feita da Terra, observa a nebulosa de baixo, ao longo do eixo da forma ovalada, e de frente para o anel. Claro, nesse bem estudado exemplo de uma nebulosa planetária, o material brilhante não vem de planetas. Ao invés disso, o escudo gasoso representa as camadas externas expelidas de uma estrela parecida com o Sol que morreu, e agora essa estrela é um pequeno ponto de luz no centro da nebulosa. A luz ultravioleta intensa dessa estrela quente central ioniza os átomos de gás. A Nebulosa do Anel tem cerca de um ano-luz de diâmetro e está localizada a cerca de 2000 anos-luz de distância da Terra.

Fonte:

https://apod.nasa.gov/apod/ap180417.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.