M51: Raios-X de Um Turbilhão

m51_chandrahubble_960


observatory_150105E se fizéssemos uma imagem de raio-X de uma galáxia inteira, como ela se pareceria? Isso é o que foi feito (novamente) e recentemente pelo Observatório de Raios-X Chandra da NASA para as galáxias próximas em interação conhecidas como Whirlpool (M51). Centenas de estrelas brilhantes em raios-X estão presentes na imagem do Chandra mostrada acima da galáxia espiral e da sua vizinha. A imagem é um conglomerado da luz em raio-X do Chandra com a luz visível do Hubble. O número de luminosas fontes de raios-X, provavelmente estrelas de nêutrons e sistemas binários de buracos negros confinados na M51, é alto para galáxias espirais e elípticas normais e sugere que esse turbilhão cósmico tem experimentado intensas explosões de estrelas massivas em formação. O núcleo brilhante de ambas as galáxias, a NGC 5194, e a NGC 5195 (direita e esquerda, respectivamente), também exibe atividade de alta energia. Nessa imagem em cores falsas onde os raios-X são mostrado em roxo, as difusas emissões de raios-X normalmente resultam de gás aquecido a muitos milhões de graus por explosões de supernovas.

m51_hubbleonly_960


Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap140610.html

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.