Lamas em La Silla

potw1417a


observatory_150105Esta imagem mostra um rochedo perto do Observatório de La Silla do ESO, no Chile, na periferia do deserto do Atacama, a 2400 metros acima do nível do mar.

Sobre o rochedo podemos ver vários petróglifos – desenhos gravados nas rochas – que mostram homens e lamas. Os lamas foram historicamente muito importantes nas culturas sul americanas. Eram usados em toda a região como fonte de alimento e lã e também como animais de carga. A importância dos lamas reflete-se nas crenças dos povos pré-colombianos que habitavam a região – os pastores incas adoravam uma divindade chamada Urcuchillay, um lama multicolor que velava sobre os animais. O nome de Urcuchillay foi também dado à constelação da Lira pelos antigos astrónomos incas.

O lama era também honrado nas constelações incas. Estas constelações eram formadas por manchas escuras no plano brilhante da Via Láctea, em vez de estrelas brilhantes – como na tradição ocidental. Uma destas constelações escuras era conhecida por Yacana (o Lama). Tratava-se de uma constelação que se estendia desde o centro galáctico em direção ao Cruzeiro do Sul e onde o olho do lama era a nossa estrela vizinha Alfa Centauri.

Esta imagem foi obtida por Håkon Dahle, um fotógrafo profissional que submeteu esta fotografia no grupo Flickr “Your ESO Pictures”. O grupo Flickr é revisto regularmente e as melhores fotografias são selecionadas para fazerem parte da nossa popular série Fotografia da Semana ou da nossa galeria.

Fonte:

http://www.eso.org/public/brazil/images/potw1417a/


alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo