Imagens Espetaculares da Nebulosa Carina, a NGC 3372

carinanoao

observatory_150105A imagem acima mostra uma gigantesca região de formação de estrelas no céu do hemisfério sul da Terra conhecida como Nebulosa Carina, ou NGC 3372. Para essa imagem foi combinada a luz proveniente de 3 diferentes filtros que traçam a emissão do oxigênio (azul), do hidrogênio (verde) e do enxofre (vermelho). A cor é também representativa da temperatura do gás ionizado: azul é relativamente quente e vermelho é relativamente mais frio. A Nebulosa Carina é um bom exemplo de como estrelas muito massivas podem separar as nuvens moleculares que lhe deram origem. A estrela brilhante perto do centro da imagem é Eta Carinae, que é uma das estrelas mais massivas e mais luminosas conhecida. Essa imagem é uma composição de algumas exposições feitas com o Telescópio Curtis Schmidt  no Observatório Interamericano de Cerro Tololo. A imagem abaixo, por sua vez, é uma imagem óptica de banda larga, com a cor aproximadamente verdadeira feita também pelo Telescópio Curtis Schmidt.

02192

Fonte:

http://www.wired.com/wiredscience/2013/01/space-photo-of-the-day-2/?pid=6488

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo