fbpx

Imagens da Sonda MESSENGER de Mercúrio Mostram Como os Geólogos Estimam a Espessura da Cobertura de Lavas no Planeta


Um exemplo de como os geólogos estimam a espessura dos depósitos de fluxo de lava em Mercúrio é mostrado na imagem acima. À esquerda, está uma cratera de impacto recente, a cratera Hokusai, com 114 km de diâmetro localizada nas coordenadas, 57.8?N, 343.1?E, que fornece a oportunidade para medir a profundidade do seu interior e a altura do seu anel acima do terreno ao redor. À direita está uma cratera “fantasma”, com 90 km de diâmetro e localizada nas coordenadas 74.3?N, 335.7?E, uma feição circular numa planície vulcânica delimitada por cadeias, e sugere que a efusão da planície vulcânica foi enterrada por uma cratera de impacto pré-existente. A partir da estimativa da altura do anel da cratera enterrada, a espessura da lava que a cobriu pode então ser determinada.

Fonte:

http://messenger.jhuapl.edu/gallery/sciencePhotos/image.php?page=2&gallery_id=2&image_id=645


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .