Imagem de Radar Mostra Gelo Enterrado no Solo Marciano

Um mapeamento extensivo feito por radar da região de latitude intermediária no hemisfério norte de Marte, mostrou que uma espessa massa de gelo enterrada é muito comum de ser encontrada abaixo de uma cobertura protetora de rochas.

A habilidade da sonda Mars Reconnaissance Orbiter da NASA de continuar mapeando as localizações dessas geleiras escondidas e de vales cobertos de gelo – primeiro confirmado por radar a dois anos atrás – adiciona pistas sobre como esses depósitos podem ter sido deixados intocados quando camadas de gelo regionais recuaram.

Os depósitos de gelo em subsuperfície estendem-se por centenas de quilômetros, numa região chamada de Deuteronilus Mensae, localizada aproximadamente a meio caminho entre o equador e o pólo norte marciano. Jeffrey Plaut do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA (JPL) e seus colegas prepararam um mapa da região confirmando a presença de gelo, para ser apresentado na 41º Conferência de Ciência Lunar e Planetária próximo a Houston.

O instrumento de Radar Raso a bordo realizou mais de 250 observações da área de estudo que tem o tamanho da Califórnia.

“Nós mapeamos toda a área com uma alta densidade de cobertura”, disse Plaut. “Não são feições isoladas. Nesta área, o radar detectou uma espessa camada de gelo em subsuperfície em várias regiões”. As localizações mais comuns são em vales e crateras além de escarpas e platôs.

Plaut diz que, “A hipótese é que toda a área foi coberta por uma camada de gelo durante um período climático diferente, e quando o clima se tornou seco, esses depósitos continuaram a existir somente onde eles possuíam uma cobertura de rochas que protegia o gelo da ação da atmosfera”.

Os pesquisadores planejam continuar com o mapeamento. Essas massas de gelo enterradas são uma fração significante do gelo não polar conhecido de Marte. O gelo pode conter um registro de condições ambientais na mesma época da deposição e do fluxo, fazendo dessas massas de gelo um possível alvo para futuras missões que tenham a capacidade de escavar o terreno.

Fonte: http://www.jpl.nasa.gov/news/news.cfm?release=2010-072&cid=release_2010-072&msource=2010072&tr=y&auid=6008436

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo