fbpx

Imagem da Lua Revela Detalhes da Porção Oeste da Bacia Nectaris


Uma visão feita durante o pôr-do-Sol da região da Bacia Nectaris, na Lua revela de forma distinta a escarpa Altai e dá a aparência que o anel da bacia continua através do Monte Penck e passa para o lado leste da estranha cratera Hypatia. Existem outras imagens dessa mesma região com marcações que conectam essas feições. Essa marcação se ajusta perfeitamente, mas sugere um diâmetro de aproximadamente 90 km a mais do que os 860 km normalmente listados. Mais medidas podem ser feitas sob diferentes iluminações antes de se determinar de forma precisa o diâmetro do anel da bacia. A diminutiva cratera Moltke mostra seu anel de forma distinta, na maioria das vezes ela é vista como um ponto branco difuso. A Rimae Hypatia acaricia suas margens. O local de pouso da Apollo é facilmente observado entre as distintas marcações claras do norte e do sul dos raios da cratera. A formação plana Cayley cobre as terras baixas para oeste e para noroeste do local de pouso. Essa formação aparece de forma diferenciada se comparada com a área rugosa a noste da Descartes e a leste da base da Apollo 16, é muito interessante essa justaposição. Finalmente, a Theon Senior e a Theon Junior adicionam uma curiosidade a essa região. A Senior recebeu esse nome em homenagem ao astrônomo Theon de Alexandria que viveu por volta de 380 A.C. enquanto que a Junior recebeu esse nome em homenagem a um matemático grego e astrônomo que viveu por volta de 100 A.C., então Junior. Com isso podemos concluir que até os cartógrafos possuem um certo senso de humor.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/September+2%2C+2011


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .