Iceberg Gigante Entra no Estreito de Nares

O satélite Envisat da Agência Espacial Européia (ESA) registrou a trajetória de progressão de um iceberg gigante que se soltou da geleira Petermmann na Groenlândia em 4 de Agosto de 2010. Essa animação aqui reproduzida mostra que o iceberg, o maior no hemisfério norte, está agora entrando no Estreito de Nares, um corredor de água que conecta o Mar de Lincoln e o Oceano Ártico com a Baía de Baffin.

A Geleira Petermann no norte da Groenlândia é uma das maiores geleiras do país – e até Agosto possuía uma língua de 70 km de gelo flutuante que se estendia dentro do mar. A geleira regularmente  avançava em direção ao mar a uma taxa de 1 km por ano.

No início desse ano, imagens de satélite revelaram que algumas rachaduras tinham aparecido na geleira. As imagens de radar do Envisat mostraram que a língua de gelo estava intacta até 3 de Agosto, então no dia 4 de Agosto, uma grande fissura a desprendeu da geleira.

Desprendimento de icebergs da Geleira Petermann são bem comuns, mas com essa magnitude são raros. Eventos menos significantes aconteceram ali em 2001, em 2008 quando um iceberg de 27 quilômetros quadrados tomou seu caminho ao sul do Estreito de Davis e em 2009.

O iceberg tem aproximadamente 30 km de comprimento, 15 km de largura e cobre uma área de 245 quilômetros quadrados. No dia 22 de Agosto essa imensa massa de gelo tinha percorrido quase 22 km desde o seu local de origem.

Em 1 de Setembro imagens mostraram que o iceberg tinha viajado quase outros 6 km desde a borda da geleira e sofrido uma rotação na direção oeste, entrando no Estreito de Nares. A animação também mostra que o iceberg se choca com uma pequena ilha, que pode ter retardado uma maior progressão causando também uma ruptura no iceberg.

Espera-se que o iceberg em breve entre no Estreito de Nares, mas é claro isso depende dos ventos e das correntes que afetam o estreito, bem como dos pedaços de gelo presentes no mar que podem bloquear a sua trajetória.

A animação foi gerada a partir de 21 imagens do instrumento Advanced Synthetic Aperture Radar (ASAR) Wide Swath Mode a bordo do Envisat com uma resolução de 150m x 150m e três imagens do ASAR Image Mode com resolução de 30m x 30m.

Fonte:

http://www.esa.int/esaEO/SEM5SIEODDG_index_0.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.