Hubble Faz Imagem de Mistura Cósmica

Uma região de formação de estrelas coloridas é apresentada nessa impressionante imagem do Telescópio Espacial Hubble feita da NGC 2467. Parecendo um caldeirão efervescente com algumas misturas cósmicas exóticas, enormes nuvens de gás e poeira são salpicadas com estrelas brilhantes azuis e jovens.

Nuvens de poeira com formas estranhas. lembrando formas que se assemelham a líquidos quando derramados, estão a frente de um fundo colorido de gás brilhante. A região de formação de estrelas NGC 2467 é uma vasta nuvem de gás – na sua maior parte hidrogênio – que serve de incubadora para novas estrelas. Algumas dessas jovens estrelas estão emergindo das densas nuvens onde elas nasceram e agora brilham de maneira intensa, quente e azul nessa imagem, porém muitas outras ainda estão escondidas.

A beleza completa deste objeto além de dicas sobre os processo astrofísicos que ocorrem dentro dele são reveladas nessa imagem do Hubble. Estrelas jovens e quentes que se formaram recentemente da nuvem estão emitindo uma intensa radiação ultravioleta que é a responsável pelo brilho em toda a imagem enquanto ao mesmo tempo o ambiente e de forma gradual causa erosão nas nuvens de gás. Estudos têm mostrado que a maior parte da radiação vem de uma única estrela brilhante e massiva localizada um pouco acima do centro da imagem. Essa radiação tem limpado a região ao redor e algumas das próximas gerações de estrelas estão se formando em regiões mais densas ao redor da borda.

Uma das regiões de formação de estrelas mais conhecida é a nebulosa de Orion, que pode ser vista até a olho nu. A NGC 2467 é similar, porém muito mais distante. Esses berçários estelares por ser vistos em distâncias consideráveis no universo e o seu estudo é importante para determinar a distância e a composição química de outras galáxias. Algumas galáxias possuem imensas regiões de formação de estrelas, que podem conter milhares de estrelas. Um outro belo exemplo de região de formação de estrelas é a região da 30 Doradus na Grande Nuvem de Magalhães.

A NGC 2467 foi descoberta no século dezenove e localiza-se na constelação do sul chamada de Puppis (Popa) que na mitologia representa a popa do navio Argos de Jasão. A NGC 2467 está localizada a 13000 anos-luz de distância da Terra.

A imagem aqui reproduzida foi criada a partir de fotos feitas com o Wide Field Channel da Advanced Camera for Surveys usando diferentes filtros (F550M, F660N e F658N, mostrados em azul, verde e vermelho, respectivamente). Esses dados foram adquiridos em 2004.

Fonte:

http://www.astronomynow.com/news/n1007/13hubble/

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.