fbpx

Hubble Detecta Galáxia Ultra Brilhante e Ultra Distante Usando o Efeito de Lente Gravitacional

A imagem mostrada acima é impressionante e apresenta para nós uma galáxia, conhecida como galáxia de explosão de formação de estrelas, que tem o nome de PLCK G045.1+61.1. A imagem foi feita pelo Telescópio Espacial Hubble, das agências espaciais, NASA e ESA. A galáxia aparece como múltiplos pontos avermelhados perto do centro da imagem e está seno vista graças ao efeito de lente gravitacional gerado por um aglomerado de galáxias que também é visível na imagem.

Alente gravitacional ocorre quando uma grande distribuição de matéria, como um aglomerado de galáxias, se localiza entre a Terra e uma fonte de luz mais distante. Como o espaço é distorcido devido à presença desse objeto massivo, a luz do objeto distante também distorce enquanto passa por ele. Esse efeito foi previsto pela teoria geral da relatividade de Albert Einstein.

Entre os anos de 2009 e 2013, o observatório Planck da Agência Espacial Europeia, capturou múltiplas imagens do céu como um todo. No decorrer dessas buscas, com observações complementares feitas pelo Observatório Espacial Herschel também da ESA, o Planck descobriu algumas das mais brilhantes galáxias de elevado desvio para o vermelho que só são possíveis de serem observadas graças ao efeito de lente gravitacional.

Durante esse estudo realizado pelo Planck e Herschel, algumas fontes foram selecionadas usando o Hubble, e foi nesse processo que essa galáxia ultra brilhante foi descoberta emitindo também na parte visível do espectro.

Crédito:

ESA/Hubble & NASA, B. Frye

Fonte:

https://spacetelescope.org/images/potw2024a/

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .